História

HISTÓRIA DA OCUPAÇÃO

Em julho de 1965, uma família corajosa e determinada, que vivia da caça, da pesca e da agricultura de subsistência (Agricultura Familiar). Ao perceberam as belezas naturais existentes nesta localidade, resolveram escolher exatamente aqui para edificarem suas humildes moradias e habitarem definitivamente neste local, hoje sede do município de Carrasco Bonito.

Seus primeiros habitantes vieram do Estado do Maranhão, Piauí e outros Estados do Nordeste. Os principais chefes das famílias foram os senhores: JOAO PEREIRA, MANOEL PEREIRA, FIRMINO LOPES E RAIMUNDO PRETO. Esses senhores se abrigaram em barracões que eles próprios construíram a margem esquerda de uma vertente de água ao lado, denominada “GROTA DO CARRO”. A primeira Igreja foi a de Nossa Senhora de Fátima, a qual era construída de pau a pique, onde abrigava os fiéis em dias de missas. Anos depois, uma nova capela foi erguida e coberta de telha. 

A primeira fazenda foi de propriedade do Senhor Epitáfio Freitas Rêgo, a qual hoje pertence a seu filho Manoel Messias de Freitas, terras estas compradas dos seus primeiros habitantes aqueles da época da colonização que as conseguiram através da reforma agrária promovida pelo INCRA, depois GETAT hoje INCRA novamente. 

A principal fonte econômica do município ha muito tempo, foi a exploração de madeiras de leis, algumas ainda existentes, a pecuária é a principal economia deste Município, boas pastagens, onde abriga milhares de cabeças de gado. Outra fonte de renda de grande utilidade é extração da amêndoa do coco babaçu e agricultura familiar. Haja vista que cerca de 90% do território do município de Carrasco Bonito, está incluso na área da Reserva Extrativista do Extremo Norte do Estado do Tocantins, embora com as limitações impostas pelos órgãos ambientais, ainda está sendo possível a prática de produção de alimentos nessas propriedades que se encontram inclusa nessa reserva.

Existe o varjão que é um pasto nativo de grande valor, procurado por muitos fazendeiros de outras regiões. 

A data do festejo é de 04 a 13 de Maio, dia de Nossa Senhora de Fátima. 

Carrasco Bonito, emancipado em 20/02/1991, localizado no Bico do Papagaio a 7 km da margem esquerda do Rio Tocantins, praias de Julho a Setembro, tendo como área 240,6 Km2 e uma população de 3.759 habitantes, e acesso a capital do Estado, Palmas por meio da BR 153 cerca de 750 Km de distância. 

FORMAÇÃO ADMINISTRATIVA

Carrasco Bonito começou a ser povoado por volta da década de 60, pelos senhores:. JOAO PEREIRA, MANOEL PEREIRA, FIRMINO LOPES E RAIMUNDO PRETO, habitantes do município de São Sebastião do Tocantins, antigo estado de Goiás. 

Em 1982, em face à emancipação política de Augustinópolis, passou a fazer parte deste território. Posteriormente, em 1989, em função da emancipação política de Sampaio, passou a integrar ao mesmo. Somente em 20 de fevereiro de 1991, através da Lei Estadual n.° 251, foi criado o município de Carrasco Bonito, desmembrado do município de Sampaio. Através de eleições realizadas em 1992, o povo escolheu, pelo  voto, seu primeiro prefeito - o Sr. Joacy Gonçalves Barros.

CARACTERÍSTICAS URBANÍSTICAS E AMBIENTAIS 

A cidade de Carrasco Bonito Tocantins esta localizada no Extremo Norte do Tocantins em uma região popularmente conhecida por Região do Bico do Papagaio. Carrasco Bonito faz parte da Amazônia Legal e do Território da Cidadania.

O município de Carrasco Bonito possui cerca de 3.759 habitantes (Fonte Datasus) distribuídos em um território de 192,939 Km2 com uma Densidade Demográfica de 19,12 Habitante por Km2. O município de Carrasco Bonito é composto por várias localidades distribuídas em fazendas, sítios, Projetos de Assentamentos, Sede do Município e distritos de Vinte Mil e Centro dos Firmino.

São 973 famílias cadastradas no Sistema de Informação de Atenção Básica (SIAB) das quais 97,33% possui Energia Elétrica, 7,09% utilizam água filtrada, 0,31% fervura, 90,96% cloração e 1,64% não utilizam tratamento de água. Em relação ao abastecimento de água, 89,62% utilizam água da Rede Pública de Abastecimento, 6,78% de Poço ou Nascente e 3,60% de Outras Fontes. Em relação aos tipos de casas 69,99% é de Tijolo ou Adobe, 20,35% Taipa não Revestida, 8,02% Taipa Revestida e 1,64% Madeira e outros materiais aproveitados. Em relação ao lixo 79,75% é coletado pelo município, 13,36% é queimado e 6,89% fica a céu aberto.Em relação ao destino de fezes e urina 9,87% Sistema de esgoto, 71,53% Fossa e 18,60% Céu aberto. 

As ruas do município estão atualmente 60% pavimentadas, 50% dos lotes residenciais e comerciais do município não estão regularizado (documentado). O município conta com abastecimento  de água administrado pela Companhia de Água e Saneamento do Tocantins/SANEATINS, sendo que o numero de ligações soma-se em torno de 70% das unidades habitacionais do município.

 

O Município é, hoje, é muito carente na produção agrícola, chegando a importar de outras regiões, quase todos os produtos agrícolas, porém se destaca na produção de gado de corte e de leite e outros.

 

Página Atualizada em: 28/03/2017 14:12:42